Ausências
   



BRASIL, Mulher
MSN - carolina_angrisani@hotmail.com
   
Histórico
    Outros sites
    Alberto Guzik
    Andréa Camargo
    Célia Ribas
    Chico Ribas
    Cléo De Páris
    David Cejkinski
    2/3 dois terços
    Elaine Grava
    Elaine Grava
    fotolog Zé Carlos Barreto
    Gritos de um mudo - Henrique Mello
    Ivam Cabral
    Justine
    Laerte Késsimos
    Lenise Pinheiro e Nelson de Sá
    Lucas Beda
    Portos e sóis
    robson catalunha
    Rodolfo Garcia Vasquez
    satyros
    Sérgio Salvia Coelho
    Zé Carlos Barreto
    Zé Carlos de Andrade
    Vanessa Meira

    Votação
    Dê uma nota para meu blog

     


    The end to the play

    Estou pensando em encerrar esse blog, ele acabou se perdendo muito nos últimos anos. Leia-se: Eu acabei me perdendo muito nos últimos anos. No começo era um espaço de expressão, por mais romantizada ou por vezes infantil, era eu que estava aqui, como sentia as coisas. De repente, quando parei de sentir as coisas assim, parecia que não sabia mais preencher essas ausências daqui. Na verdade estou pensando em criar um novo blog, a princípio chamaria de satori, que é um termo budista para a palvra presença. Não que eu seja budista, nem conhecedora dessa filosofia, mas o termo caiu em minhas mãos e me simpatizei com ele. E como estaria no outro oposto de ausências e tem a ver com meus sentimentos presentes, talvez isso aconteça mesmo. Silêncio. É como terminar um relacionamento, você enrola, pra ter certeza de que é realmente isso que você quer, se está certa disso. Um post no blog do Guzik me encorajou a por fim nisso tudo. Ele dizia mais ou menos assim: que o blog pra ele era um exercício diário de trocar com o mundo, de dizer suas percepções das coisas, suas observações, seus diálogos com o que estava ao redor, e não um espaço para ficar exibindo seus trabalhos etc.  Como eu estou aqui, há tempos nessa de exibir alguns trabalhos, me identifiquei bastante com esse post, e me percebi insatisfeita nessa minha relação com o blog, que já não é mais criativa, apaixonate e tudo mais. Então, é isso. Digo adeus as minhas ausências, que eram as de Camile Claudel, musa inspiradora disso tudo, que chegou até mim, através de um conto do Caio f Abreu, que virou 4 anos de relação, que ficou sem graça, sem cor, acomodada. Mas que também já me proporcionou grandes momentos de intensidade e entrega. E encerro inspirada por um mestre contemporâneo meu, que tive a Alegria de conhecer pessoalmente. Então, dou um giro, viro-me de ponta cabeça, afim de recomeçar com energia plena e sincera meu novo blog. E assim tenho dito. E assim, aprendo com o saudoso mestre!

    "...não vou nem desistir deste espaço nem abandoná-lo. ele tem sido um exercício muito importante de escrita desde que o iniciei, há quase quatro anos. não vejo o blog nem como um exercío jornalístico que me obrigue a ir atrás de furos de reportagem e nem como uma área destinada a exaltar meu ego e a glorificar meus feitos. reflito sobre o que faço e sobre o que vejo, e isso me faz bem, me dá prazer. gosto de dividir com os leitores que tenho minhas paixões pelo cinema, pelo teatro, pela música, pela literatura e pela vida. disciplinei-me a ponto de alimentar todos os dias o blog com textos longos ou curtos, com citações ou poemas ou trechos de livros que admiro. tornei este espaço um cantinho do qual eu observo o mundo e reajo a ele..." (Trecho extraído do blog Os dias e as horas, de Alberto Guzik)



    Escrito por Carolina Angrisani às 01:34
    [] [envie esta mensagem] []


    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]